Audi não tem planos de instalar fábrica no Brasil

Presidente da montadora no País diz que mercado local será abastecido por unidades instaladas na Europa e pela fábrica que está sendo construída no México

Agência Estado |

Agência Estado

O presidente da Audi Brasil, Leandro Radomile, disse nesta terça-feira que a empresa não tem intenção de instalar uma fábrica no País. De acordo com ele, o mercado local será abastecido por unidades instaladas na Europa e pela fábrica que está sendo construída no México e que ficará pronta no final de 2015 ou início de 2016. Ele afirmou, porém, que a Audi estuda as regras do novo regime automotivo brasileiro para definir a estratégia futura no País.

Atualmente, no Brasil, a Audi investe na padronização de sua rede de concessionárias. A primeira loja reformulada, e já com o novo design, foi aberta recentemente em Blumenau (SC). Atualmente, são 27 concessionárias no País e a intenção é ter 32 lojas em 2013, sendo quatro delas no Nordeste, a região em que as vendas da montadora mais crescem no Brasil.

MaisVendas da Audi em setembro sobem 13,6% com ajuda de China e EUA

Sobre a BMW, que é concorrente direta da Audi, e anunciou nesta semana uma fábrica em Santa Catarina para produzir 30 mil veículos ao ano, Radomile disse que empresa não "vai deixar a competição avançar". "Alguma coisa a Audi está preparando". O executivo afirmou ainda que o mercado premium brasileiro ainda tem muito a avançar porque representa apenas 1% do total, enquanto essa fatia no México e Argentina corresponde a 1,5%.

Nos Estados Unidos, é 10% e na Alemanha, 30%. De acordo com ele, a projeção de vendas da Audi Brasil é 5.750 unidades em 2012, um crescimento de 5% em relação ao ano passado. "Isso num mercado que cai 30%", disse Radomile. Para o próximo ano, a expectativa é 7.500 unidades vendidas.

Leia tudo sobre: AudifábricaveículosEuroparegime automotivo

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG