Segundo sondagem medida pela Confederação, a atividade industrial caiu de 54,7 pontos em agosto para 47,1 pontos em setembro

Agência Estado

A queda na produção industrial verificada em setembro foi significativa, mas está relacionada ao processo de ajuste de estoques do setor que, finalmente, parece ter chegado ao fim. A avaliação é da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que divulgou nesta terça-feira a sondagem industrial. Segundo o documento, a atividade caiu de 54,7 pontos em agosto para 47,1 pontos em setembro.

A Utilização da Capacidade Instalada (UCI) se manteve estável em 74% na passagem entre os dois meses. O índice do nível de estoque efetivo em relação ao planejado da indústria geral (que considera a indústria extrativa e a de transformação) se aproximou do equilíbrio e atingiu 50,6 pontos em setembro, o menor valor desde março do ano passado, quando estava em 50,1 pontos. Em agosto, o indicador estava em 51,8 pontos e, em setembro de 2011, em 52,5 pontos.

TambémNível da produção industrial cai em setembro, aponta CNI

No caso da indústria de transformação, o indicador de estoque efetivo planejado chegou aos 50,2 pontos em setembro, ante 51,3 pontos em agosto e 52,1 pontos em setembro de 2011. Também caiu a quantidade de setores com estoque efetivo acima do planejado em setembro, para 16, ante 18 em agosto, de um total de 28 setores. O analista de Políticas e Indústria da CNI, Marcelo Souza Azevedo, admitiu que a queda da atividade foi um sinal muito ruim para a indústria.

Mais do que a queda de 7,6 pontos de um mês para o outro, ele lamentou a volta do indicador para o nível inferior aos 50 pontos. Ainda assim, Azevedo afirmou que o ajuste dos estoques foi uma excelente notícia para o mês, pois indica que houve aumento da demanda, apesar da queda na produção, diferentemente do que ocorreu em outros meses do ano, quando a atividade caiu e os estoques se mantiveram estáveis. "A indústria está tentando ajustar seus estoques há muito tempo. Em setembro, esse ajuste foi mais eficaz. Esperamos que isso se mantenha", afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.