Kellog gastará US$ 30 milhões com recall de cereal nos EUA, diz 'WSJ'

Caixas do Mini-Wheats vendidas nos EUA estão contaminadas com malha de metal

Agência Estado |

Agência Estado

AP
Embalagem do cereal Kellogg's Mini-Wheats

A companhia de alimentos norte-americana Kellogg anunciou que terá de desembolsar mais de US$ 30 milhões para cobrir os gastos com o recall, nos Estados Unidos, de caixas do cereal Mini-Wheats contaminadas com pedaços de malha de metal, informou o jornal Wall Street Journal. Mesmo assim, a empresa manteve sua previsão de lucro para o ano de US$ 3,18 a US$ 3,30 por ação. O próximo balanço da Kellogg será divulgado em 1º de novembro.

De acordo com a empresa, as operações envolvendo seu ramo de batatas chips devem cobrir esses gastos. O caso é o segundo recolhimento de produtos feito pela Kellogg no país em pouco mais de dois anos. Em 2010, a empresa fez um recall de outras caixas de cereais considerados impróprios para consumo.

A Kellogg já desembolsou US$ 100 milhões neste ano para aprimorar sua cadeia de abastecimento, que sofreu cortes nos últimos tempos justamente devido aos gastos com recall. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: kelloggcerealrecalleua

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG