Com Motorola, Intel entra no mundo do smartphone no país

Empresas lançam primeiro celular com chip Intel do mercado brasileiro para concorrer com iPhone 5 e Galaxy S III

Brasil Econômico e Carolina Pereira |

Brasil Econômico

A Motorola Mobility lança hoje no Brasil o celular Razr i, o primeiro smartphone com chip da Intel a chegar ao país. O lançamento é uma das apostas da fabricante de processadores para ganhar mercado em uma área que tem se tornado cada vez mais estratégica para a empresa: a de dispositivos móveis.

Leia também: Intel tem lucro de US$ 2,8 bilhões no 2º trimestre

Líder global em chips para PCs, a Intel tem feito desde maio alguns lançamentos pelo mundo na área de smartphones. O primeiro deles aconteceu na Índia, em parceria com uma companhia local chamada Lava, e depois disso outras fabricantes como ZTE e Motorola também disponibilizaram modelos com chip Intel. “Faz parte da nossa estratégia global entrar em novos segmentos”, diz Steve Long, presidente da Intel para América Latina.

Segundo Long, alguns dos diferenciais nos quais a empresa aposta neste mercado são velocidade e economia de bateria. Ele diz não se preocupar em estar entrando neste segmento após concorrentes como Qualcomm e Nvidia, que já fornecem chips para smartphones há mais tempo. “A entrada da Intel foi escolhida com cautela. O mercado tinha que estar preparado e o produto também”, diz. De acordo com o executivo, a companhia passou dois anos desenvolvendo o Atom, que está no Razr i.

Competitividade

Para a Motorola, o lançamento é mais um passo na estratégia de focar em smartphones com sistema operacional Android e passar a ter um portfólio com menos modelos no país, com o objetivo de otimizar a produção e ser mais competitiva. O processo de reestruturação pelo qual a empresa passa, ditado pelo Google, vai gerar demissões de quatro mil funcionários no mundo e cerca de 220 no Brasil, na fábrica da companhia em Jaguariúna (SP).

Rodrigo Vidigal, diretor de marketing da Motorola Mobility, define a chegada do Razr i ao país como o maior lançamento da empresa dos últimos cinco anos. O preço, que é de R$ 1,3 mil, é considerado por ele como um diferencial competitivo do produto. “Estamos inaugurando uma nova categoria”, diz.

Segundo ele, o celular irá competir com outros smartphones “top de linha” como o iPhone 5, ainda sem data para lançamento no Brasil, e o Galaxy S III, que tem preço na casa dos R$ 2 mil. Para bater de frente com estes modelo, Vidigal prepara uma campanha publicitária com estreia prevista para este mês. Entre os pontos que serão destacados nas peças está o recurso que possibilita tirar dez fotos em um segundo.

A marca Intel também terá destaque na campanha. “Temos 40 anos no mercado de PCs e isso passa credibilidade e confiança. E hoje, o smartphone é um PC que cabe na mão”, afirma Long. A empresa também prevê promoções e ações de merchandising em programas de TV da Globo, Record e Bandeirantes.

E o Razr i não é a única aposta da Motorola para este ano. Em setembro a fabricante fez seu primeiro lançamento no Brasil após a compra pelo Google, em agosto de 2011: o Razr HD. O celular é o primeiro com tecnologia 4G a ser lançado no país.

Concorrência

Enquanto a Intel se esforça para crescer no mercado de celulares, a Texas Instruments, que já chegou a liderar este segmento, começa a deixar a área de lado. Segundo Evandro Carobrezzi, diretor geral da empresa para América do Sul, a empresa está diminuindo os investimentos em equipamentos voltados para celulares que, segundo ele, estão se tornando uma commodity. “São investimentos muito altos e não há um diferencial”, afirma.

A empresa, agora, prefere se focar em áreas como a de energia, fornecendo chips para medidores inteligentes de fabricantes como a Elo e Nansen. “As concessionárias demandam cada vez mais este produto”, afirma. Além disso, outros setores como o automotivo também estão na mira da Texas.

Com essa estratégia a empresa pretende dobrar o faturamento na América do Sul dentro de dois a três anos.

Leia tudo sobre: MotorolaInteltelefonia celular

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG