Nova York, 28 - A norte-americana Bunge Ltd

selo

Nova York, 28 - A norte-americana Bunge Ltd. informou hoje ter apurado lucro líquido de US$ 212 milhões (US$ 1,36 por ação) no terceiro trimestre do ano fiscal, queda de 8,6% ante os US$ 232 milhões (US$ 1,62 por ação) obtidos no mesmo período do exercício anterior. A receita aumentou 2,9%, para US$ 11,662 bilhões, de US$ 11,298 bilhões na mesma base de comparação. O resultado do trimestre incluiu US$ 0,90 em despesas líquidas. Segundo a companhia, os ganhos com vendas de ativos foram contrabalançados por baixas contábeis e outros custos. O segmento de agribusiness (processamento e comercialização), o maior da companhia, registrou aumento de 10% no lucro, para US$ 313 milhões; açúcar e bioenergia teve elevação de 240% para US$ 34 milhões; produtos de óleos comestíveis (margarinas, óleo de soja) registrou queda de 14%, a US$ 30 milhões; e produtos processados (moagem de trigo) teve aumento de 456%, para US$ 39 milhões. No setor de fertilizantes, a companhia passou de prejuízo de US$ 127 milhões no terceiro trimestre do ano passado, para lucro de US$ 14 milhões no terceiro trimestre deste ano. Alberto Weisser, presidente e executivo-chefe da companhia considerou fortes os resultados do trimestre. No comunicado divulgado pela Bunge ele considerou que, no segmento agribusiness houve um bom gerenciamento de riscos em meio à forte volatilidade dos preços dos grãos. "A volatilidade vai persistir no curto prazo por causa do aperto na oferta (dos grãos)", previu. O segmento fertilizantes ainda está aquém de sua capacidade, disse, mas a empresa está fazendo progressos. No segmento de açúcar e bioenergia, o resultado reflete a compra da usina Moeda, adquirida no início do ano, boa demanda e bom gerenciamento de risco, disse a empresa. "Esses resultados foram parcialmente contrabalançados pelos atrasos e custos relacionados ao início de operação de nossas usinas Pedro Afonso e Santa Juliana", diz o comunicado da empresa. Drew Burke, diretor financeiro interino da companhia, disse que no quarto trimestre o segmento agribusiness deverá continua a ter boa performance por causa da boa safra de grãos nos Estados Unidos e da demanda internacional. Os setores de fertilizantes e açúcar e bioenergia também devem ter bom desempenho. "Esperamos atingir nossa meta de lucro por ação entre US$ 3,25 e US$ 3,50 em 2010", disse. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.