Tamanho do texto

O Google concordou em comprar a AdMob, uma empresa de tecnologia para anúncios em aparelhos móveis, por US$ 750 milhões em ações. O acordo é um dos maiores fechados pela gigante de buscas na internet desde que adquiriu o YouTube, três anos atrás.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237573599494&_c_=MiGComponente_C

A planejada aquisição é destinada a permitir que o Google atenda melhor os anunciantes, que estão tentando atingir usuários de aparelhos móveis - um segmento há muito tempo visto como uma nova área potencialmente fértil para os vendedores de anúncios. O Google afirmou que a compra vai impulsionar seu "conhecimento e tecnologia de anúncios móveis, enquanto dá aos anunciantes e editores mais opções nessa área em crescimento".

O Google tem capitalização de mercado de cerca de US$ 175 bilhões. A AdMob, por sua vez, é uma empresa iniciante do Vale do Silício que a executiva para desenvolvimento de produtos do Google, Susan Wojcicki, diz estar gerando um crescimento de receita "impressionante".

"Acho que as pessoas subestimam quão importante os anúncios têm sido para financiar o desenvolvimento de conteúdo inovador na internet", disse o fundador e executivo-chefe da AdMob, Omar Hamoui.

O Google vem tentando se afastar de seu principal negócio, a venda de anúncios em páginas de busca na internet, com certo sucesso. Outros esforços relacionados a esse movimento, notadamente na área de difusão, não deram certo. A companhia ainda está tentando gerar receita significativa com o YouTube.

O Google também está entrando no negócio de sistemas operacionais, com o seu Android sendo adotado por um número crescente de telefones celulares. As informações são da Dow Jones.

Leia mais sobre Google

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.