Tamanho do texto

Indiana Indra Nooyi, CEO da PepsiCo, é a primeira executiva da lista; presidenta Dilma Rousseff é a 3ª do ranking

Indra Nooyi, principal executiva da PepsiCo
Bloomberg/Getty Images
Indra Nooyi, principal executiva da PepsiCo
Apesar de não alcançarem o topo do ranking de mulheres mais influentes do mundo, as executivas são a maioria no ranking divulgado nesta quarta-feira pela revista "Forbes". Das cem mulheres listadas, mais da metade é executiva, empresária ou bilionária.

As três primeiras colocações ficaram com as líderes políticas Angela Merkel, Hillary Clinton e a presidenta brasileira Dilma Rousseff , respectivamente.

No mundo dos negócios, a mulher mais influente é a indiana Indra Nooyi, CEO da PepsiCo. Empresas de tecnologia, como Oracle, Facebook, Twitter, Google e IBM também tiveram suas lideranças femininas na lista de poderosas elaborada pela "Forbes".

Conheça as executivas que apareceram no ranking :

Nome

Ocupação País
Indra Nooyi (4º lugar) CEO (executiva-chefe) da PepsiCo Índia/EUA
Sheryl Sandberg (5º) diretora operacional do Facebook EUA
Melinda Gates (6º) cofundadora da Fundação Bill & Melinda Gates EUA
Irene Rosenfeld (10º) CEO da Kraft Foods EUA
Susan Wojcicki (16º) diretora de marketing Google EUA
Georgina Rinehart (19º) bilionária Austrália
Cher Wang (20º) fundadora da HTC Taiwan
Anne Sweeney (25º) presidente da Disney TV EUA
Ursula Burns (27º) CEO da Xerox EUA
Amy Pascal (28º) co-presidente da Sony Pictures EUA
Gail Kelly (32º) CEO do grupo Westpac Austrália
Chan Laiwa (33º) bilionária China
Cyntia Carroll (35º) CEO da Anglo American EUA
Helene Gayle (36º) CEO da Care USA EUA
Carol Bartz (37º) CEO do Yahoo! EUA
Ellen Kullman (38º) CEO da Dupont EUA
Jin Sook Chang (39º) cofundadora da Forever 21 EUA
Safra Catz (40º) presidente da Oracle EUA
Angela Braly (41º) CEO da Wellpoint EUA
Marissa Mayer (42º) vice-presidente de localização e serviços locais do Google EUA
Chanda Kochhar (43º) CEO do banco Icici Índia
Patricia Woertz (45º) CEO da ADM EUA
Lynn Laverty Elsenhans (46º) CEO da Sunoco EUA
Zhang Xin (48º) cofundadora e CEO da Soho China China
Bonnie Hammer (54º) presidente da NBCU EUA
Katie Jacobs Stanton (56º) vice-presidente de estratégia internacional do Twitter EUA
Shari Arison (57º) bilionária Israel
Angela Ahrendts (58º) CEO da Burberry EUA
Lubna Olayan (63º) CEO da financeira Olayan Arábia Saudita
Andrea Jung (64º) CEO da Avon EUA
Sallie Krawcheck (67º) executiva do Bank of America EUA
Abigail Johnson (70º) presidente do Fidelity Investments EUA
Judith Rodin (71º) presidente da fundação Rockefeller EUA
Ho Ching (72º) CEO da Temasek Holdings Cingapura
 Carol Meyrowitz (73º)  CEO da TJX EUA
 Mary Callahan Erdoes (74º)  CEO da JPMorgan Asset Management EUA
Mary Barra (76º) chefe da área de desenvolviment de produtos da GM EUA
Ana Patricia Botin (77º) CEO do Santander no Reino Unido Espanha
Guler Sabanci (78º) presidente da holding Sabanci Turquia
Miuccia Prada (79º) estilista e dona da Prada Itália
Denise Morrison (80º) CEO da Campbell Soup EUA
Virginia Rometty (82º) diretora de vendas, marketing e estratégia da IBM EUA
Drew Faust (83º) presidente da universidade Harvard EUA
Shari McCoy (84º) vice-presidente da Johnson & Johnson EUA
Alice Walton (85º) bilionária EUA
Sue Naegle (88º) presidente da HBO EUA
Mindy Grossman (89º) CEO da HSN EUA
Ruth Porat (90º) chefe de finanças do Morgan Stanley EUA
Diane Von Furstenberg (91º) presidente do estúdio Diane Von Furstenberg EUA
Jan Fields (92º) presidente do McDonald's nos EUA EUA
Maria Ramos (93º) presidente do grupo Absa África do Sul
Marjorie Scardino (94º) CEO da Pearson EUA
Risa Lavizzo-Mourey (95º) CEO da fundação Robert Wood Johnson EUA
Beth Mooney (96º) CEO da KeyCorp EUA
Nonkululeko Nyembezi-Heita (97º) CEO da ArcelorMittal na África do Sul África do Sul
Dominique Senequier (98º) CEO do fundo de private equity Axa França
Kiran Mazumdar-Shaw (99º) fundadora da Biocon Índia
 Beth Brooke (100º)  vice-presidente da Ernst & Young  EUA
Forbes