Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Ericsson e governo de Minas investirão R$ 16 milhões em P & D

Inicialmente, 50 postos de trabalho para pesquisadores serão criados

Valor Online |

A Ericsson, empresa fornecedora de tecnologia e serviços para operadoras de telecomunicações, selou um acordo com o governo de Minas Gerais para investir R$ 16 milhões em pesquisas e desenvolvimento de produtos de TI e telecom nas cidades de Santa Rita do Sapucaí e Belo Horizonte.

Do valor total, a Ericsson investirá R$ 8 milhões e o restante virá da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais (Sectes-MG) e da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig). Os projetos a serem desenvolvidos estão focados em tecnologias voltadas para o aperfeiçoamento da televisão digital e para integração da telefonia fica e móvel, que levarão soluções multimídia para TVs, computadores e telefones.

A Ericsson será responsável pela oferta de tecnologia e desenvolvimento de novas soluções, que será realizado junto a FITec, em Belo Horizonte, e ao Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel), em Santa Rita do Sapucaí.

Inicialmente, 50 postos de trabalho para pesquisadores (de recém-graduados a doutores) serão criados. Os profissionais receberão treinamento da Ericsson em tecnologia de ponta de serviços multimídia para TV pela rede IP, bem como em sistemas de tarifação, gerenciamento de receitas, tecnologias 3G, 4G e redes convergentes de comunicação.

Segundo o secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, Alberto Duque Portugal, serão geradas oportunidades para as empresas brasileiras cooperarem no setor de telecomunicações. "Além disso, a iniciativa otimizará a formação de recursos humanos em tecnologia de ponta e a criação de cursos e pesquisas baseados na experiência adquirida", disse em nota.

Segundo o vice-presidente de Pesquisa & Desenvolvimento da Ericsson, Trond Fidje, em um segmento que tem como base a tecnologia de ponta, a parceria com o governo de Minas Gerais reforça o desenvolvimento de softwares no Brasil, que já é referência por ser o único país da América Latina a possuir um centro de P & D da Ericsson.

O acordo entre a Ericsson e o governo foi fechado por meio do programa Inove em Minas, vinculado ao Sistema Mineiro de Inovação (Simi), iniciativa da Sectes-MG que integra e coordena o ambiente de inovação do estado. Desde 2001, a Ericsson já investiu R$ 750 milhões em pesquisa e desenvolvimento. Cerca de R$ 80 milhões foram empregados em aproximadamente 90 projetos de pesquisa com universidades e institutos de pesquisa.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG