Ganho líquido da companhia foi de cerca de R$ 2,03 bilhões no segundo trimestre, impulsionado pela alta nas vendas

A indústria química americana DuPont melhorou sua previsão de ganho para este ano após seu lucro quase triplicar no segundo trimestre.

O ganho líquido foi de US$ 1,16 bilhão, cerca de R$ 2,03 bilhões (US$ 1,26 por ação), contra US$ 417 milhões, cerca de R$ 730 milhões (US$ 0,46 por ação) no mesmo período do ano passado.

Sem contar fatores extraordinários incluídos nos balanços dos dois intervalos, o lucro do segundo trimestre subiu de US$ 0,61 por ação em 2009 para US$ 1,17 por ação agora. Entre esses itens excepcionais estão benefícios fiscais e despesas com reestruturação, demissões e indenizações.

A empresa atribuiu a melhora do desempenho ao maior volume de vendas, aos preços mais elevados, ganhos de produtividade e a uma redução nos impostos.

A receita da companhia cresceu 26% na comparação com o segundo trimestre de 2009, para US$ 8,6 bilhões, amparada pela alta de 21 no volume de vendas.

O maior salto de faturamento, de 53%, ocorreu na divisão de eletrônicos e comunicações, que girou US$ 657 milhões, com 48% de alta em volume.

A unidade de agricultura e nutrição teve a maior receita, de US$ 3 bilhões, um aumento de 16% em dinheiro e de 12% em volume.

A DuPont produz insumos para diversos setores da economia, incluindo produtos químicos, defensivos agrícolas e fotovoltaicos.

Agora, a DuPont espera gerar lucro por ação na faixa de US$ 2,90 a US$ 3,05 em todo este ano, excluindo itens não recorrentes.

A previsão anterior estava na faixa de US$ 2,50 a US$ 2,70 por ação. "A melhora da perspectiva reflete os fortes resultados do segundo trimestre e expectativa de manutenção do crescimento perante o ano passado, devido a maiores vendas, reforço de negócios e ganhos de produtividade", diz comunicado da empresa.

A projeção também assume que a unidade farmacêutica terá lucro antes de impostos entre US$ 460 milhões e US$ 480 milhões no ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.