Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Construtoras criam sistemas para receber ideias

Empresas premiam melhores sugestões para aprimorar vendas e projetos imobiliários

Marina Gazzoni, iG São Paulo |

A criatividade ganhou incentivos maiores dentro das empresas imobiliárias. Para motivar funcionários, clientes e até mesmo internautas a sugerir formas de aprimorar os negócios, as empresas criaram sistemas de premiação de boas ideias. Embora o objetivo seja o mesmo, as iniciativas não são homogêneas. Cada empresa está inventando suas próprias ferramentas para estimular as novidades.

A Tecnisa saiu na frente ao ser uma das primeiras a reconhecer o potencial das mídias sociais. Para desenvolver o projeto de adequação dos seus empreendimentos a pessoas idosas, a construtora interagiu no Orkut com comunidades ligadas à terceira idade. Ao todo, a empresa recolheu 202 sugestões com os internautas, mas implementou duas delas nos seus empreendimentos: a adaptação da escada da piscina e o uso de um piso emborrachado no banheiro. Os dois autores das ideias foram premiados com um vale-compras de R$ 1.500 na Lojas Americanas.

As experiências continuaram. A Tecnisa lançou um desafio em janeiro na comunidade Battle of Concepts, rede social exclusiva para universitários e jovens com até 30 anos, para recolher sugestões. "Recebemos uma ideia muito boa, que vai revolucionar o conceito de sustentabilidade", afirma Romeo Busarello, diretor de internet da Tecnisa. Ele não pode divulgar a sugestão, mas afirma que o autor receberá um prêmio de R$ 5 mil. A Tecnisa vai distribuir R$ 13 mil em prêmios para os autores das dez melhores ideias.

A boa experiência nas chamadas plataformas de open innovation (sistemas em que as empresas abrem espaço para ideias para público externo) motivou a Tecnisa a lançar uma plataforma própria. O site Tecnisa Ideias entra no ar na próxima semana e vai propor desafios aos internautas, com oferta de prêmios para as melhores propostas.

Outra que ampliou recentemente o canal para receber sugestões foi a construtora BKO. A empresa criou há um mês um departamento de inovação para concentrar a gestão de ideias. "Contratamos uma gerente para dar vazão às propostas de todos os colaboradores", afirma Joe Yaqub Khzouz, sócio da BKO. A escolhida foi Flávia Albo, vinda da equipe de inovação da Telefônica.

Diferente da Tecnisa, o foco da BKO é estimular os funcionários e colaboradores a sugerirem inovações. Para isso, Flávia vai fazer workshops sobre o tema a todos os 160 trabalhadores da empresa. Ela também criou uma ficha de ideias, que pode ser preenchida por qualquer integrante da equipe. Um comitê misto, com executivos e funcionários, foi montado para avaliar e selecionar as propostas. Cada etapa do processo acumula pontos, do projeto à implementação, que podem ser convertidos em prêmios como viagens ou notebooks.

"Em um mês, já tivemos 25 ideias", afirma Flávia. Uma das escolhidas e que está em fase de desenvolvimento foi sugestão de um funcionário novo. Trata-se de um sistema de milhagem, semelhante ao das empresas aéreas, para conceder pontos e descontos aos clientes prime, que compram imóveis com frequência.

A construtrora Even também valoriza a produção interna de ideias para seus empreendimentos. Existe uma etapa antes do lançamento de cada projeto que a empresa reúne todas as suas áreas para recolher as sugestões, afirma o gerente de incorporação da Even, Ricardo Grimone. Além disso, a Even dispõe de uma área de inteligência de mercado, que pesquisa as tendências do setor imobiliário e auxilia na criação de soluções inovadoras para atender estas perspectivas.

Leia tudo sobre: construçãomercado imobiliário

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG