A rede norte-americana de supermercados Walmart, maior varejista do mundo, informou que está procurando por novas aquisições internacionais, em um esforço para impulsionar seu crescimento, já que o mercado nos EUA permanece frágil

selo

A rede norte-americana de supermercados Walmart, maior varejista do mundo, informou que está procurando por novas aquisições internacionais, em um esforço para impulsionar seu crescimento, já que o mercado nos EUA permanece frágil. "A divisão internacional é um motor do crescimento para a empresa e continuará a ser", disse o diretor da divisão internacional do Walmart, Doug McMillon. "Queremos aquisições inteligentes que agreguem valor ao longo do tempo", acrescentou. Segundo ele, os mercados mais atraentes que a empresa está avaliando são a ¿?frica do Sul, China, Argentina, Chile e México. As vendas internacionais do Walmart atingiram US$ 100 bilhões no ano passado, com mais de 4 mil lojas em todo o mundo. A rede varejista também anunciou planos para abrir lojas de pequeno e médio porte em grandes cidades dos EUA, reconhecendo que está perdendo clientes de baixa renda para seus competidores. "Nós vamos crescer", disse Bill Simons, presidente e executivo-chefe do Walmart norte-americano. Entretanto, ele acrescentou que o grupo planeja construir as novas lojas sem elevar o total de investimentos planejado, já que vai tirar dinheiro de um plano de remodelar as lojas "supercenter". O diretor acrescentou que consumidores que ganham menos de US$ 70 mil por ano são 68% da clientela da rede. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.