SÃO PAULO - As vendas reais do setor supermercadista apresentaram queda de 0,49% em abril, perante mesmo período do ano passado, informou hoje a Associação Brasileira de Supermercados (Abras). No confronto com março, a retração foi de 3,83%.

SÃO PAULO - As vendas reais do setor supermercadista apresentaram queda de 0,49% em abril, perante mesmo período do ano passado, informou hoje a Associação Brasileira de Supermercados (Abras). No confronto com março, a retração foi de 3,83%. No acumulado do primeiro quadrimestre, o setor registrou crescimento de 6,18%, ante o mesmo período do calendário anterior. Os números foram deflacionados pelo Índice de Preços Consumidor Amplo (IPCA) medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A queda nas vendas do mês passado ocorreu porque o impacto das vendas de Páscoa foi diluído entre os meses de março e abril, avalia o superintendente da Abras, Tiarajú Pires. Ele também lembra que o quarto mês do ano contou com um dia a mais, o que interfere na comparação. O preço da cesta de produtos de largo consumo - que leva em conta 35 itens e é medida pela Abras e instituto GfK - subiu 1,76% entre março e abril, para R$ 279,32. Na comparação com igual período de 2009, a elevação correspondeu a 7,94%. Entre os produtos analisados, as principais altas no mês em abril foram no preço da batata (32,44%), do feijão (20,19%) e da cebola (7,41%). Já as quedas mais expressivas foram registradas em desinfetante (-3,65%), sabão em pó (-3,27%) e tomate (-3,24%). (Ana Luísa Westphalen | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.