Segundo Abras, valor da cesta básica teve queda de 1,22%, para R$ 275

As vendas reais do setor supermercadista cresceram 4,92% em junho, na comparação com o mesmo período do ano passado, informou a Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Em relação a maio, no entanto, o setor viu as vendas reais - ou seja, descontada a inflação - recuarem 4,59%.

Em junho, a cesta básica que inclui 35 produtos considerados de largo consumo passou a custar R$ 275,91, uma queda de 1,22% em relação ao preço apurado em maio, segundo o instituto de pesquisas Gfk.

Os produtos que registraram altas mais expressivas na comparação mensal foram farinha de mandioca (3,53%), xampu (3,34%) e queijo prato (3,23%). Já as quedas mais relevantes partiram do preço da batata (-19,29%), tomate (-9,74%) e açúcar (-7,12%).

No acumulado do primeiro semestre, as vendas reais dos supermercados alcançam alta de 5,57%, ante os seis primeiros meses de 2009. Para o presidente da Abras, Sussumu Honda, o ritmo de crescimento das vendas deve ser mantido durante o segundo semestre. "

Acredito que as boas notícias na área econômica, como a geração de empregos recorde no primeiro semestre e o crescimento da massa salarial, credenciam para um bom desempenho do setor no segundo semestre do ano", observa. Em valores nominais, ou seja, sem descontar a inflação, as vendas subiram 10% perante junho de 2009 e avançaram 10,82% no acumulado do semestre.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.