Tamanho do texto

Data é termomêtro para o Natal. Segundo a Serasa, computadores e impressoras devem responder por 4% das vendas

selo

O otimismo do varejo em relação às vendas para o próximo Dia das Crianças, comemorado em 12 de outubro, é o maior dos últimos seis anos, segundo pesquisa divulgada hoje pela Serasa Experian. O levantamento apurou que 57% dos entrevistados acreditam no aumento do faturamento em comparação a 2009 - quando 49% dos empresários previam crescimento sobre 2008. Os varejistas estimam que 65% das vendas serão de brinquedos, seguido por jogos eletrônicos (10%), celulares (7%), aparelhos eletrônicos (5%), computadores e impressoras (4%), roupas, sapatos e acessórios (3%), chocolates e doces (2%) e DVDs, CDs e livros (1%).

De acordo com a pesquisa, o otimismo é maior entre as grandes varejistas, com 76% dos empresários confiantes em vendas maiores, enquanto entre as médias e as pequenas os porcentuais são, respectivamente, de 66% e 54%. Na análise regional, os comerciantes da região Nordeste lideram, com 72% prevendo alta nas vendas em relação ao ano passado, seguido pelo Norte (61%), Centro-Oeste (56%), Sudeste (55%) e Sul (50%).

Como o Dia das Crianças é o termômetro para o Natal, pode-se prever que teremos um bom final de ano para o varejo, avalia a Serasa. A pesquisa constatou ainda uma maior intenção no parcelamento do pagamento dos presentes, que passou de 48% (em 2009) para 51%, este ano. Uma das razões é o crescimento de presentes relacionados ao setor de informática, altamente dependente de crédito, que em 2009 representava apenas 1% das estimativas de vendas.

A pesquisa Serasa Experian de Expectativa Empresarial para o Dia da Criança 2010 foi realizada entre 8 e 15 de setembro, com 1.007 executivos do setor do comércio de todo o País.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.