Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Televisores de LED estão em falta nas lojas

A TV de Led é a tecnologia mais moderna entre as disponíveis nas grandes redes varejistas

AE |

A seleção brasileira mal estreou na Copa do Mundo e já faltam modelos de televisores de LED de 32 polegadas. A TV de LED é um aparelho que tem tela mais fina que o televisor tradicional com monitor de cristal líquido (LCD, na sigla em inglês) e possui maior qualidade de cor, graças a mais de uma centena de LEDs (diodo emissor de luz) nas bordas.

A TV de Led é a tecnologia mais moderna entre as disponíveis nas grandes redes varejistas e seu preço é 50% maior que o de um televisor de LCD comum com as mesmas dimensões.

"Está faltando TV de LED de 32 polegadas", conta o supervisor geral das Lojas Cem, José Domingos Alves. Em junho, a rede varejista, que tem 181 lojas espalhadas nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná, viu as vendas dobraram em relação a maio e uma ampliação de 70% nos volumes na comparação com a última Copa.

Alves calcula que, hoje, 20% da grade de televisores, que inclui vários modelos e marcas, está desfalcada na sua empresa. Apesar da falta de determinados modelos e marcas, o executivo diz que, por enquanto, não está perdendo venda porque é possível substituir marcas ou modelos por outros similares. Outra grande rede varejista de eletroeletrônicos, que prefere não ser identificada, confirma a falta de televisores de LED.

Sem encomendas

Adelino Colombo, presidente das Lojas Colombo, com 342 pontos de venda espalhados nos Estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Minas Gerais, diz que está difícil fazer novas encomendas para a indústria.

"As vendas de junho estão surpreendendo", afirma Colombo, que registra neste mês crescimento de 10% no faturamento em relação a igual período de 2009, após ter crescido 8% em maio na comparação anual e 11,8% no 1.º quadrimestre.

No Grupo Pão de Açúcar, que é dono das redes varejistas de eletrodomésticos Extra Eletro e Ponto Frio, as vendas de televisores cresceram 115% nos dez primeiros dias deste mês em relação a igual período de 2009. A meta da companhia, que era ampliar em 110% o volume de negócios com TVs, já foi superada. Em razão do forte crescimento no volume de negócios, hoje o estoque de TVs equivale a 15 dias de vendas. As Lojas Colombo fizeram um estoque de 20 mil TVs para junho, mas há mercado para mais 5 mil. A promessa dos fabricantes, diz Colombo, é entregar esse volume extra em julho.

Nos cálculos do presidente do Sindicato das Indústrias de Aparelhos Eletroeletrônicos e Similares de Manaus, Wilson Périco, há cerca de 1,2 milhão de TVs, de todos os tipos, montadas hoje na Zona Franca e que serão entregues ao longo deste mês. Esse volume se refere às encomendas feitas pelo varejo para a Copa e que estão atrasadas por causa de problemas recentes que ocorreram no desembaraço dos componentes importados.

 

Leia tudo sobre: tvledtecnologia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG