Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Steve Jobs deixa o comando da Apple

Executivo diz que vai atuar apenas na presidência do conselho de administração

iG São Paulo |

Steve Jobs anunciou nesta quarta-feira que deixou o comando executivo da Apple. Em comunicado, disse que pretende seguir como presidente do conselho de administração, "se o conselho assim quiser". O comunicado informa que o preferido de Jobs para substituí-lo é Tim Cook, principal executivo de operações da companhia.

Getty Images
Steve Jobs, CEO da Apple

Em uma carta enviada ao conselho da Apple, Jobs afirmou sempre ter dito que "um dia, quando não pudesse mais cumprir minhas obrigações e atender as expectativas" ligadas ao cargo de executivo-chefe, "seria o primeiro a informá-los. Infelizmente, esse dia chegou. Por isso renuncio como executivo-chefe da Apple".

Jobs mencionou na carta que "gostaria de trabalhar, se a diretoria aprovar, como membro do conselho, diretor e funcionário da Apple" e indicou Tim Cook como seu sucessor.

"Acredito que os dias mais brilhantes e inovadores da Apple estão por vir", acrescentou. As negociações com papéis da Apple no after hours foram interrompidas antes da divulgação da notícia. O papel avançara 0,7% no fechamento do pregão regular em Nova York. Após a renúncia, a ação chegou a cair 7% no after-market.

Jobs - que já havia se curado de um câncer no pâncreas - estava de licença médica desde 17 de janeiro por condições de saúde não reveladas.

O ex-presidente-executivo de 55 anos esteve presente na conferência de abertura da WWDC 2011, em San Francisco, em junho. Antes, havia aparecido publicamente por um breve momento em março para apresentar a última versão do iPad, e, mais tarde, em um jantar com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, junto com líderes do setor de tecnologia do Vale do Silício.

A aparência de Jobs, frequentemente magra, levantou questões sobre sua saúde e capacidade de permanecer à frente da Apple.

"Eu direi aos investidores que não entrem em pânico e permaneçam calmos. É a coisa certa a fazer. Steve será o chairman e Cook será o presidente-executivo. Isso não é uma surpresa ou algo inesperado", disse o analista Colin Gillis, da BGC Financial.

Além do câncer de pâncreas, o executivo passou por um transplante de fígado, em 2009. Em fevereiro, ele foi fotografado na mesma clínica onde o ator Patrick Swayze recebeu tratamento para o câncer de pâncreas, em decorrência do qual veio a falecer.

 

Leia tudo sobre: steve jobsapple

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG