Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Sorvete de chocolate é o preferido dos brasileiros

Fabricantes tentam acabar com o estigma de que produto dá dor de garganta e deve ser evitado nos dias frios

Daniela Barbosa, iG São Paulo |

Os sorvetes de chocolate são, de longe, os prediletos dos brasileiros. O sabor responde por quase 30% das vendas do setor no País, segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Sorvete (Abis). Os brasileiros também preferem sorvetes em casquinha ou em pote muito mais do que picolé. Os sorvetes de massa representam 70% do consumo do País.

Apesar de ser um produto desejado e popular no País, os fabricantes ainda tentam acabar com o estigma de que o produto causa dor de garganta e que, por isso nunca deve ser consumido nos dias mais frios. Mito ou não, essa percepção faz com haja uma forte concentração na demanda durante a primavera e o verão, o que torna mais difícil o planejamento das vendas. As indústrias vêm se empenhando para reduzir essa sazonalidade e aumentar o consumo ao longo do ano. Nos último seis anos, o consumo de sorvetes por cada brasileiro cresceu 27%. "Para este ano, o setor espera um aumento de 10% a 15% no consumo", afima Eduardo Weisberg, presidente da Abis.

Hoje, o consumo por pessoa está em torno de cinco litros no Brasil, “o ideal para o tamanho do nosso País seria de mínimo dez litros”, disse Weisberg. O Brasil tem muito potencial para crescer e o clima não deve interferir no consumo do sorvete. “As pessoas precisam deixar de lado a história de que sorvete só deve ser consumido no verão. Países com temperaturas mais baixas e como invernos mais rigorosos, como Nova Zelândia, EUA e Canadá, têm um dos maiores consumos per capitas do mundo”, disse.

A queda nas vendas chega a ser de 70% entre uma estação e outra. Os sorvetes de palito são os mais rejeitados com a baixa temperatura, já que são os mais consumidos por impulso.

Se depender do clima, as indústrias de sorvete terão muito que comemorar com a chegada do calor. Segundo o meteorologista Mozar Salvador, do instituto de Meteorologia Nacional (Inmet), o verão este ano promete ser quente. “Se é de calor que as fabricantes de sorvete precisam, elas podem ficar tranquilas, pois teremos regiões com temperaturas acima dos 40º”, disse.

Em 2009, o mercado de sorvete movimentou aproximadamente R$ 2 bilhões. Existem cerca de dez mil fábricas de sorvete no País e o setor gera mais de 100 mil empregos. O Brasil é décimo país do mundo na produção de sorvete.

Leia tudo sobre: sorveteverãotemperaturaclimaconsumomassapalito

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG