Tamanho do texto

Por meio de fato relevante, a companhia afirmou que não há nenhuma negociação em andamento com a empresa chinesa

A Positivo Informática negou na noite de ontem qualquer negociação com a fabricante chinesa de computadores Lenovo. Por meio de fato relevante, a empresa afirmou que não há fundamento nos rumores de que a empresa chinesa tenha comprado seu controle.

A notícia veio à tona depois que uma agência chinesa de notícias publicou que um executivo da Lenovo veio ao Brasil no final do ano passado para acertar detalhes do negócio. A Positivo também não confirma a informação.

A nota só foi publicada depois que a companhia percebeu um aumento atípico no volume dos negócios com os papéis da empresa no pregão de quarta-feira da BM&FBovespa. Os papéis da Positivo Informática fecharam em alta de 6,46% na quarta. As ações ordinárias chegaram a disparar 10,59% na Bolsa.

No ano passado, a Positivo comprou, por meio de sua subsidiária na Bahia, a Boreo Comércio de Equipamentos, dona da marca Kennex, por R$ 5,5 milhões.

(* Com informações da Agência Estado)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.