Resultado é 37,4% inferior aos R$ 131,7 milhões reportados no segundo trimestre de 2009

SÃO PAULO - O grupo Pão de Açúcar, maior varejista do país, registrou lucro líquido de R$ 62,3 milhões no segundo trimestre do ano, informou nesta quarta-feira a companhia. Quando descartado o resultado do Ponto Frio (incorporado em dezembro de 2009), o lucro líquido corresponde a R$ 82,5 milhões, resultado 37,4% inferior aos R$ 131,7 milhões reportados no segundo trimestre de 2009.

Contabilizando os números do Ponto Frio, a receita líquida total alcançou R$ 6,9 bilhões no período, enquanto o resultado operacional medido pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) foi de R$ 394,9 milhões. A margem Ebitda ficou em 5,7%. Na comparação com os resultados do segundo trimestre, sem considerar os resultados do Ponto Frio, a receita líquida cresceu 12,7% para R$ 5,6 bilhões e o Ebitda mostrou elevação de 4,2% para R$ 359,7 milhões, resultando na margem Ebitda de 6,4%.

Em seu balanço, o Pão de Açúcar atribui a queda no lucro neste trimestre à adesão extraordinária ao parcelamento de impostos. "Esse valor líquido de imposto de renda e do efeito de participação de minoritários totalizou R$ 44,5 milhões", explica a companhia. De acordo com o relatório, desconsiderando esse valor, o lucro líquido ajustado seria de R$ 127 milhões, o que ainda representaria uma redução, mas de apenas 3,6%.

As vendas brutas no conceito mesmas lojas - que considera apenas unidades com pelo menos um ano de atividade - marcaram crescimento bruto de 9,9% no trimestre. Isso representa um incremento real de 4,6%, usando o IPCA como deflator. As vendas brutas do Grupo Pão de Açúcar somaram R$ 6,287 bilhões, 11,5% a mais que no segundo trimestre de 2009.

Entre abril e junho, a companhia investiu o montante de R$ 182,4 milhões , ante R$ 113,8 milhões do mesmo intervalo do ano passado. No trimestre, foram abertas 13 novas lojas, sendo oito unidades Extra Fácil em São Paulo. Além disso, duas lojas CompreBem foram convertidas para Extra Supermercado. Vale lembrar que os resultados divulgados hoje não incluem os números da Casas Bahia. As companhias chegaram a um acordo para associação há cerca de um mês.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.