No mesmo período de 2009, ganho da operadora havia sido de R$ 11 milhões

A Oi registrou lucro líquido consolidado de R$ 496 milhões no primeiro trimestre de 2010, acima do resultado de R$ 11 milhões apresentado no mesmo período do ano passado.

Na mesma base de comparação, a receita operacional líquida da operadora de telefonia formada pela fusão da Telemar com a Brasil Telecom ficou praticamente estável, com leve queda de 0,35%, para R$ 7,461 bilhões. A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da Oi atingiu R$ 2,531 bilhões, alta de 15,5% em comparação com os três primeiros meses de 2009. A margem Ebitda subiu de 29,3% no período de janeiro a março do ano passado para 33,9% no primeiro trimestre de 2010.

O resultado financeiro da Oi apresentou despesa líquida de R$ 574 milhões no primeiro trimestre de 2010, queda de 8,9% em relação ao mesmo período do ano anterior. A dívida líquida da operadora fechou o mês de março em R$ 21,270 bilhões, alta de 10,8% em relação ao primeiro trimestre de 2009 e queda de 2,83% ante dezembro. A relação entre dívida líquida e Ebitda recorrente dos últimos 12 meses ficou em 2,1 vezes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.