Empresa será formada em novembro e concentrará todos os ativos do Ponto Frio, Casas Bahia e Extra Eletro

O Grupo Pão de Açúcar informou nesta quinta-feira que prevê vendas brutas para a Nova Globex, formada a partir da união das operações do Ponto Frio e da Casas Bahia, superiores a R$ 20 bilhões em 2011.

A Nova Globex, que será formada em novembro, concentrará todos ativos de eletrodomésticos do grupo - Ponto Frio, Casas Bahia e Extra Eletro. Na primeira metade de 2010, as vendas brutas das três empresas somaram R$ 8,946 bilhões, sendo que a Casas Bahia respondeu pela maior parcela, com R$ 6,562 bilhões.

Juntas, as empresas contabilizam 1.022 lojas distribuídas em 12 Estados, 67,4 mil funcionários, 9,2 milhões de clientes ativos e R$ 16 bilhões em disponibilidade de crédito.

Para o ano que vem, a companhia prevê a abertura de 15 lojas, com investimentos da ordem de R$ 33,4 milhões, além de 50 reformas e conversões, cujo aporte será de R$ 40 milhões.

Segundo a companhia, o processo de integração da Nova Globex, cuja participação do Pão de Açúcar será de 53% e da família Klein, de 47%, deve ser concluído em 18 meses.

A maior varejista do país também afirmou que as sinergias capturadas com a fusão devem ficar entre R$ 510 milhões e R$ 850 milhões por ano, a partir de 2011.

O montante é equivalente a entre 3% e 5% das vendas líquidas do grupo, segundo apresentação divulgada ao mercado.

Não ficou imediatamente claro se o montante previsto em termos de sinergias deve ser mantido a partir de 2012. Analistas que acompanham o setor de varejo esperavam, em média, R$ 2 bilhões com base nos dados divulgados em dezembro de 2009, quando o Pão de Açúcar adquiriu o controle da Casas Bahia.

"Durante o primeiro anúncio do negócio, o Grupo Pão de Açúcar informou esperar ganhos de sinergia de cerca de R$ 2 bilhões", ressalta o Citi, em relatório recente.

Procurada pela Reuters, a companhia não estava imediatamente disponível para comentar os números.

Ainda de acordo com as metas apresentadas nesta quinta-feira, a margem Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) para a Nova Globex deve ficar entre 4,5% e 6% no ano que vem, enquanto a margem bruta pode superar 25,5%.

Os investimentos da nova companhia, por sua vez, devem somar de R$ 100 milhões a R$ 120 milhões. Vale destacar que as metas apresentadas não incluem as operações de comércio eletrônico da Nova Globex, que formará a Nova PontoCom.

O Pão de Açúcar adquiriu o controle da Casas Bahia no início de dezembro. Após passar por um processo de revisão, a pedido da Casas Bahia em abril, o acordo de fusão foi retomado em julho, com termos mais favoráveis para a família Klein.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.