Tamanho do texto

Companhia de artigos esportivos cresceu 24% nos mercados emergentes

Aumento nas vendas em mercados emergentes e posicionamento da marca em segmentos estratégicos ajudaram a Nike a registrar bons resultados no primeiro trimestre fiscal de 2011. A companhia esportiva reportou lucro líquido de US$ 559 milhões, US$ 1,14 por ação, no primeiro trimestre fiscal de 2011, alta de 9% em relação ao mesmo período do ano passado, quando somou US$ 513 milhões, US$ 1,04 por ação.

A receita também apresentou expansão de 8%, ao alcançar US$ 5,17 bilhões, contra US$ 4,79 bilhões no mesmo período do ano passado. Segundo o presidente da empresa, Mark Parker, "a empresa registrou um bom primeiro trimestre, o que demonstra a força da estratégia adotada, que foi investir em produtos criativos e inovadores e focar os esforços em segmentos selecionados", afirmou em nota.

Por divisão regional, os mercados emergentes puxaram os resultados no primeiro trimestre fiscal contra o anterior, com expansão de 24% (mercados emergentes) e alta de 10% (China). A empresa informou ainda que realizou no primeiro trimestre a recompra de 7,3 milhões de ações por US$ 517 milhões, como parte do programa previsto de duração de quatro anos que prevê a recompra de US$ 5 bilhões. Até o momento, a empresa recuperou 13,9 milhões de ações, no valor de US$ 971 milhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.