Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Lucro do Walmart cresce puxado por vendas fora dos EUA

Maior varejista do mundo registrou lucro líquido de cerca de R$ 6,3 bilhões no segundo trimestre

Valor Online |

A rede varejista americana Walmart registrou lucro líquido de US$ 3,6 bilhões, cerca de R$ 6,3 bilhões (US$ 0,97 por ação), no segundo trimestre deste ano, superando em 3,6% o lucro líquido de US$ 3,47 bilhões, cerca de R$ 6,07 bilhões (US$ 0,89 por ação) obtido em igual período do ano passado.

O ganho por ação da empresa no período encerrado em 31 de julho ficou em linha com as previsões de analistas e dentro da estimativa da empresa (entre US$ 0,93 e US$ 0,98).

A receita líquida da rede varejista atingiu US$ 103,7 bilhões no segundo trimestre fiscal, o que representa um avanço de 2,8% sobre a receita líquida de US$ 100,8 bilhões alcançada no segundo trimestre fiscal de 2009. Brasil, China e México foram destacados como os principais motivadores da elevação nas vendas da divisão Walmart International (de 11% em termos nominais e de 7,3% a uma taxa de câmbio constante), que atingiram US$ 25,9 bilhões no segundo trimestre deste ano, destacou a empresa.

Já as vendas líquidas da empresa nos Estados Unidos ficaram estáveis, somando US$ 64,7 bilhões no segundo trimestre. A divisão Sam's Club apresentou incremento de 0,6% nas vendas durante o segundo trimestre, excluindo combustíveis, que totalizaram US$ 11,4 bilhões.

No entanto, as vendas no conceito "mesmas lojas", ou seja, estabelecimentos funcionando há pelo menos um ano, caíram na rede Walmart nos EUA. No período de 13 semanas do segundo trimestre, o movimento nesse critério diminuiu 1,8%, ofuscando a alta de 1% vista na rede Sam's Club (sem contar combustíveis).

A maior varejista do mundo elevou a previsão de ganho para o ano fiscal de 2010 a uma faixa de US$ 3,95 a US$ 4,05. A estimativa anterior era de ganho entre US$ 3,90 e US$ 4,00 por papel.

A companhia informou ter retornado US$ 9,4 bilhões aos acionistas, em dividendos e recompra de ações, na primeira metade de seu ano fiscal. Entre maio e julho, o Walmart dedicou US$ 4,1 bilhões à recompra de papéis.

Para o terceiro trimestre, que será finalizado em 29 de outubro, o Walmart estima que as vendas no critério "mesmas lojas", em território americano fiquem entre um recuo de 2% e uma elevação de 1%, na comparação com igual período do ano passado, quando houve recuo de 0,5% nas vendas. "A lenta recuperação econômica continuará a afetar os nossos clientes, e esperamos que eles continuem cautelosos sobre despesas", comentou o diretor executivo da empresa, Mike Duke, em um comunicado.

Leia tudo sobre: ComércioVarejoWalmart

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG