Tamanho do texto

No semestre, resultado da empresa de alimentos foi de R$ 184 milhões, ante R$ 10 milhões de igual período de 2009

selo

O lucro líquido da BRF - Brasil Foods somou R$ 132 milhões no segundo trimestre deste ano, mostrando queda de 72% em relação aos R$ 476 milhões obtidos no mesmo período de 2009, segundo dados pro forma divulgados hoje pela companhia. O lucro antes de despesas financeiras, impostos, depreciação e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) foi de R$ 587 milhões entre abril e junho, alta de 54% na comparação com os R$ 381 milhões do segundo trimestre de 2009.

A margem Ebitda ficou em 10,6%, o que representa avanço de 3,4 pontos porcentuais sobre o mesmo intervalo do exercício anterior. A receita líquida da BRF atingiu R$ 5,532 bilhões no segundo trimestre deste ano, avanço de 5%. No mesmo período do ano passado, a cifra havia sido de R$ 5,276 bilhões. As vendas no mercado externo ficaram praticamente estáveis no segundo trimestre em R$ 2,432 bilhões, ante R$ 2,441 bilhões no mesmo período do ano passado. Já as vendas no mercado doméstico cresceram 8% em receita, totalizando R$ 3,883 bilhões.

No primeiro semestre, o lucro líquido da empresa de alimentos ficou em R$ 184 milhões, ante R$ 10 milhões registrado em igual período do ano anterior. Na mesma base de comparação, a geração de caixa medida pelo Ebitda cresceu 84%, para R$ 1,035 bilhão, com uma melhora da margem Ebitda de 5,4% para 9,8%. A receita líquida atingiu R$ 10,579 bilhões no semestre, indicando expansão de 2% em relação aos R$ 10,337 bilhões informado um ano antes. Entre janeiro e junho, as vendas no mercado externo caíram 4%, para R$ 4,56 bilhões. No mesmo intervalo, as vendas no mercado doméstico subiram 6%, passando para R$ 7,569 bilhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.