A LLX possui projetos de dois portos no Rio de Janeiro: o Superporto do Açu e o Superporto Sudeste

selo

A LLX Logística, empresa do grupo do empresário Eike Batista, encerrou o segundo trimestre de 2010 com prejuízo de R$ 5,4 milhões, ante lucro líquido de R$ 50,8 milhões no mesmo período do ano passado. A receita líquida consolidada somou R$ 5,4 milhões, um resultado 50,5% maior que os R$ 3,6 milhões obtidos um ano antes.

O resultado financeiro consolidado apontou uma receita de R$ 13,857 milhões, 83% inferior aos R$ 82,981 milhões do segundo trimestre de 2009. O relatório de desempenho da companhia no segundo trimestre de 2010 não informa o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização).

A LLX possui projetos de dois portos no Rio de Janeiro: o Superporto do Açu, no norte do Estado e já em construção, e o Superporto Sudeste, no sul do Estado e cujas operações estão previstas para começar no início de 2012.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.