Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Johnson & Johnson anuncia novo recall do Tylenol

Medicamento será retirado do mercado nos EUA e Porto Rico

Valor Online |

O analgésico Tylenol, da Johnson & Johnson (J&J), voltou a ser alvo de novo um recall anunciado hoje pela empresa após reclamações de consumidores que sentiram-se mal após a ingestão de comprimidos e detectaram cheiro de mofo em embalagens dos comprimidos. O recall anunciado hoje se aplica a um lote de cápsulas de Tylenol de 8 horas para adultos, em frascos de 50 comprimidos, vendidos nos Estados Unidos e em Porto Rico.

A J&J não informou quantos frascos estão sujeitos ao recall. De acordo com a McNeil Consumer Healthcare, unidade de produção de medicamentos da Johnson & Johnson, foram registrados sintomas de náusea, dor de estômago, vômito e diarreia em pessoas que tomaram os comprimidos. A empresa afirma que o recall é um movimento de precaução e que os problemas registrados por consumidores foram temporários e sem gravidade.

Este é o décimo terceiro recall de produtos de saúde e medicamentos da Johnson & Johnson em menos de um ano, sendo o quinto relacionado a problemas de odores em medicamentos. Em um comunicado, a empresa explica que o odor de mofo deve resultar da presença de um produto químico chamado 2,4,6-Tribromoanisol.

No ano passado, a J&J fez um recall voluntário de milhões de frascos de Tylenol e de outros medicamentos sem prescrição médica (OTCs) como Moltrin e o antiácido Rolaids após ter recebido queixas de cheiro de mofo ou bolor nos produtos. Após uma série de recalls, a fábrica operada pela McNeil Consumer Healthcare, em Fort Washington, na Pensilvânia (EUA), teve sua produção interrompida, em julho. De acordo com a J&J, a decisão faz parte de um plano de melhora de qualidade enviado à Agência de Remédios e Alimentos (FDA, em inglês) americana.

Leia tudo sobre: J&JTylenolrecallmedicamentossaúdeEUA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG