Tamanho do texto

A expansão em março foi impulsionada pelo melhor cenário econômico no Brasil e América Latina

A Gol registrou crescimento da demanda total de 36,8% em sua malha aérea em março em relação ao mesmo mês do ano passado, sendo 38,5% de alta no mercado doméstico e de 23,6% na malha aérea internacional, em comparação ao mesmo mês em 2009. Em comparação com fevereiro deste ano, a demanda no sistema total teve queda de 3,4% e de 21,2% no mercado internacional, devido à sazonalidade e ao menor número de dias corridos em fevereiro ante março, segundo relatório da companhia.

Segundo a empresa, a expansão em março foi impulsionada pelo efeito combinado do melhor cenário econômico no Brasil e América Latina e pela expansão das "vantagens competitivas" da companhia nos mercados em que atua. Entre essas vantagens, a empresa cita o aumento da produtividade, com a taxa utilização de aeronaves acima de 12,5 horas bloco diárias, em comparação com cerca de 11,3 horas bloco por dia em março de 2009.

A taxa de ocupação total aumentou para 64,7% em março (65,0% no mercado doméstico e 61,9% no internacional) ante o mesmo mês do ano passado. O mercado internacional ficou 18,4 pontos porcentuais acima dos 43,5% registrados em março de 2009. No mercado doméstico, houve alta de 8,2 pontos percentuais sobre os 56,9% no mesmo período do ano passado. A oferta em março cresceu 16,1%, inferior à expansão recorde da demanda na malha aérea. Essa estratégia também pode ser observada no mercado internacional, onde a companhia reduziu sua capacidade em 13,1% e obteve um aumento na demanda de 23,6%, melhorando a qualidade da taxa de ocupação consolidada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.