Perspectiva é de que a inadimplência continue crescendo até o final do ano, diz Serasa

A inadimplência do consumidor está em alta devido ao crescimento acelerado do endividamento, segundo os economistas da Serasa Experian. O indicador de Inadimplência do Consumidor, divulgado nesta quinta-feira, registrou alta de 3,9% em julho na relação com o mesmo mês do ano passado, representando a terceira alta consecutiva na comparação anual, após ter registrado queda desde outubro de 2009.

De acordo com a Serasa, além das compras feitas nas datas comemorativas em maio e junho e as constantes promoções do varejo, o consumidor também carrega dívidas desde março, quando aproveitou a redução do IPI para comprar veículos e eletrodomésticos da linha branca.

Na de julho ante junho de 2010, a inadimplência também apresentou crescimento de 1,5%. "Mesmo em ritmo moderado, a perspectiva é de que a inadimplência continue crescendo até o final do ano", afirmam os economistas.

No período acumulado do ano, em relação ao mesmo período do ano passado, a inadimplência do consumidor ainda está em queda com 1,4%, representando o sétimo recuo consecutivo para esta comparação.

O Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor considera as variações registradas no número de cheques sem fundos, títulos protestados, dívidas vencidas com instituições financeiras e cartões de crédito e financeiras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.