Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Das 100 cidades listadas, 97 já têm serviços de banda larga

Sindicato diz que meta do governo será ultrapassada pela iniciativa privada já em dezembro

AE |

selo

As operadoras de telefonia já oferecem serviços de banda larga em 97 das 100 cidades contempladas pelo Plano Nacional de Banda Larga (PNBL). A informação é do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil). Segundo a entidade, a meta do governo de chegar a 4.283 municípios até 2014 será ultrapassada pela iniciativa privada já em dezembro deste ano. Atualmente, as redes fixas de banda larga já estão presentes em mais de 4,8 mil municípios e, segundo o SindiTelebrasil, as empresas instalarão suas redes (backhaul) em todos os 5.565 municípios brasileiros até fim do ano.

 

A entidade critica que, além de demandar a duplicação da infraestrutura já existente, a lista divulgada hoje pelo governo contempla cidades com média de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de 0,7, considerado médio-alto numa escala que vai de zero a um. Segundo o SindiTelebrasil, esse critério diverge de uma das premissas do PNBL, que era de atender municípios com menor IDH.

 

Outro alvo de divergência é a inclusão na lista de cidades como Campinas (SP), Guarulhos (SP), São Gonçalo (RJ) e Juiz de Fora (MG), com alta renda per capita e alto IDH. Segundo o SindiTelebrasil, além de banda larga fixa, pelo menos três operadoras móveis ofertam serviços de internet rápida pelas redes de terceira geração (3G). Sobre o critério usado pelo governo de seleção de cidades que estão num raio de 50 quilômetros dos chamados Pontos de Presença (PoP), que dão acesso à rede principal de fibras ópticas (backbone), o SindiTelebrasil critica que a lista deixou de fora pelo menos 89 municípios que estão dentro desse raio e ainda não dispõem de serviços de banda larga.

 

O sindicato defende que "as operadoras privadas são a melhor opção para massificar os serviços e atender à população com banda larga". Dados da entidade mostram que, em junho, os acessos de banda larga pelas redes privadas chegaram a 26,1 milhões. Ao longo do primeiro semestre foram ativados 7,7 milhões de novas conexões de internet rápida, entre acessos fixos, celulares 3G e modens de conexão à internet. O crescimento no semestre foi de 42% em relação a dezembro de 2009, que registrou 18,4 milhões de acessos, segundo o SindiTelebrasil.

 

 

Leia tudo sobre: banda largatelebrás

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG