Gastos subiram após reajuste de 4,5% no preço do etanol, segundo pesquisa da AutoInforme

A manutenção do carro ficou 1,91% mais cara em setembro, conforme dados da pesquisa mensal da agência AutoInforme. O aumento é o segundo maior do ano, atrás apenas da alta de 2,86% de janeiro. Segundo o estudo, o resultado foi puxado por um reajuste de 4,52% no preço do etanol, que, apesar disso, ainda acumula deflação de 9,78% no ano.

"O combustível, que estava em baixa desde o primeiro semestre, desta vez foi o grande vilão do aumento do custo e manutenção do carro", diz a agência. Também subiram em setembro os preços da bateria e da mensalidade do estacionamento, com inflação de 4,78% e 4,45%, respectivamente. Já as maiores baixas foram registradas no preço do óleo do motor, cuja deflação foi de 2,09%, e do filtro de ar, que teve recuo de 1,18%. Nos nove primeiros meses do ano, o custo de manutenção do carro mostrou aumento de 3,43%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.