Tamanho do texto

Foram consumidos 35.366 gigawatts-hora (GWh) em abril, segundo a Empresa de Pesquisa Energética (EPE)

O consumo nacional de energia elétrica somou 35.366 gigawatts-hora (GWh) em abril, alta de 9,1% ante o mesmo mês do ano passado, segundo a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). No primeiro quadrimestre, o consumo cresceu 9,5% ante o mesmo período do ano passado. O crescimento do consumo foi liderado pelo setor industrial, que demandou 13% mais energia em abril ante o mesmo mês de 2009. O consumo das residências e do setor de comércio e serviços cresceu, em conjunto, 6,9%.

De acordo com a EPE, o consumo industrial registrou em abril mais de 15 mil GWh pelo segundo mês consecutivo, retomando o nível de consumo pré-crise. Nos quatro primeiros meses do ano, a demanda da indústria acumula alta de 13,2%. A região Sudeste registrou o maior crescimento devido à retomada da produção dos setores extrativo mineral e siderúrgico.

O consumo residencial cresceu 7,7% em abril e acumula alta de 8,1% no ano, impulsionado pelo aumento da renda e do crédito, com reflexo na compra de aparelhos eletrodomésticos, e pelo aumento da base de consumidores. As temperaturas mais elevadas nos primeiros meses do ano contribuíram para este movimento. Todas as regiões apresentaram alta de 6% no consumo residencial. No período de 12 meses encerrado em abril de 2010 foram incorporados 1,9 milhão de novos consumidores residenciais, correspondendo a um crescimento anual de 3,5%.

No setor comercial, o consumo de eletricidade somou 6.011 GWh, alta de 5,7% ante o mesmo mês de 2009. O avanço ocorre em todas as regiões, com taxas mais elevadas no Norte e no Nordeste. Os Estados nordestinos também sustentaram o crescimento nesse segmento principalmente pela implantação de novos pontos comerciais com alto padrão de consumo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.