Tamanho do texto

Companhia, com valor de mercado de US$ 2,3 bilhões, tem capital aberto em bolsa de valores desde maio de 2006

O Burger King, segunda maior cadeia de fast food norte-americana, está considerando uma possível venda e vem conversando com potenciais compradores, segundo uma fonte próxima ao assunto afirmou nesta quarta-feira.

A companhia, que tem valor de mercado de cerca de US$ 2,3 bilhões, tem capital aberto desde maio de 2006.

Anteriormente à abertura de capital, o Burger King era controlado por empresas de investimento, que ainda detêm participação na companhia. TPG, Bain Capital e Goldman Sachs controlavam a empresa, após adquiri-la da britânica Diageo em 2002 por cerca de US$ 1,5 bilhão.

O Wall Street Journal havia informado que o Burger King estaria negociando com empresas de investimento nas últimas semanas sobre uma possível venda, sendo que uma das interessadas seria a 3i Group.

A fonte que falou à Reuters confirmou que uma das partes interessadas é a 3i.

Ambas as companhias não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.

Em agosto, o Burger King projetou fraca demanda para o atual ano fiscal em meio à dificuldade de recuperação econômica e disse não estar certo sobre quanto os custos de matérias primas, como os da carne, impactariam a empresa.

Na terça-feira, a companhia afirmou que a alta taxa de desemprego nos EUA e os programas de austeridade na Europa afetariam as vendas nos restaurantes em operação há mais de um ano.

O Burger King, que concorre com o McDonald's, afirmou esperar que os preços de commodities nos EUA sejam fracos no ano fiscal de 2011, embora os custos de carne e trigo não estejam precisos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.