A fabricante de aviões canadense Bombardier Aerospace planeja investir US$ 30 milhões para dar suporte à crescente frota de aeronaves empresariais e comerciais da companhia na região da Ásia e do Pacífico

A fabricante de aviões canadense Bombardier Aerospace planeja investir US$ 30 milhões para dar suporte à crescente frota de aeronaves empresariais e comerciais da companhia na região da Ásia e do Pacífico. A empresa disse que a medida reflete o rápido crescimento no mercado de aviação da região nos últimos anos. A Bombardier afirmou que o investimento é a primeira fase de um plano de construir uma ampla rede de serviços e suporte para a região da Ásia e do Pacífico, que vai ser centralizada na China e contar com o apoio de unidades em toda a região. A empresa disse que vai abrir um depósito de peças na região da Grande China até o fim do ano, para complementar depósitos já existentes em Narita (Japão), Pequim, Sydney e Cingapura. A empresa afirmou que vai anunciar os planos futuros de expansão de sua rede de suporte nos próximos meses. A Bombardier disse ainda que vai criar um escritório de vendas regional em Hong Kong e três unidades autorizadas de serviço na região. Com a realização da Feira Aérea de Farnborough, na próxima semana no Reino Unido, a Bombardier espera anunciar encomendas adicionais para o seus jatos CSeries, que podem transportar até 150 passageiros e realizar voos internacionais. O CSeries vai colocar a Bombardier em concorrência com a Boeing e a Airbus no mercado de jatos de médio porte. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.