Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Aviação civil e de defesa prejudicam lucro da Boeing

Empresa norte-americana lucrou R$ 1,387 bilhão no 2º trimestre do ano, uma queda de 21% em relação a igual período de 2009

AE |

selo

Reprodução
Lucro da Boeing caiu 21% no trimestre, afetado por vendas menores em aviação civil e de defesa
O lucro da fabricante norte-americana Boeing recuou 21% no segundo trimestre deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado, na medida em que a receita dos negócios de aviação civil e defesa diminuiu. A companhia informou hoje que teve lucro de US$ 787 milhões (US$ 1,06 por ação, ou R$ 1,387 bilhão), ante os US$ 998 milhões (US$ 1,41 por ação) registrados no mesmo trimestre de 2009.

Na mesma base de comparação, a receita da companhia recuou 9,2%, para US$ 15,57 bilhões. Analistas esperavam lucro de US$ 1,01 por ação e receita de US$ 16,13 bilhões. As vendas do negócio de defesa, espaço aéreo e segurança - o maior da companhia em receita - caíram 7,7%, enquanto o lucro diminuiu 19%. No negócio de aviões comerciais, as vendas recuaram 12% e o lucro recuou 16%. No início do mês, a Boeing informou que entregou 114 jatos comerciais durante o segundo trimestre deste ano, 11 a menos que em igual período de 2009. As informações são da Dow Jones.

 

 

Leia tudo sobre: boeing

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG