Colecionador americano arremata um dos carros mais famosos do cinema; valor fica abaixo da expectativa dos organizadores

Um dos carros mais famosos do cinema, o mítico Aston Martin prateado que Sean Connery dirigiu nos filmes de James Bond "Goldfinger" e "Thunderball" ("Contra a Chantagem Atômica"), foi vendido na noite de quarta-feira por aproximadamente R$ 7 milhões a um colecionador americano. O valor ficou abaixo da expectativa dos organizadores do leilão (R$ 9,4 milhões).

Harry Yeaggy, que voou especialmente a Londres para o leilão, superou os outros postulantes e adquiriu o Aston Martin DB5 de 1964 por 2,6 milhões de libras.

A casa de leilões RM Auctions esperava, no entanto, obter mais de 3,5 milhões de libras (5,5 milhões de dólares) pelo que em um determinado momento chegou a ser considerado o carro mais famoso do mundo.

Em uma entrevista à BBC, o colecionador afirmou que o carro será levado para um museu nos Estados Unidos, mas que antes pretende se divertir e dirigir o Aston Martin pelas ruas de Londres.

"Pensava que um europeu o compraria, mas suponho que não apreciam tanto Bond como nós", acrescentou Harry Yeaggy.

O modelo leiloado é um dos dois exemplares originais - e o único que resta - do Aston Martin DB5 utilizado na saga cinematográfica, e inclui muitos dos apetrechos que faziam do automóvel uma arma sobre rodas: metralhadoras dianteiras, escudo antibalas, placas giratórias válidas para diferentes países, e dispositivos para lançar jorros de óleo, pregos ou nuvens de fumaça contra os veículos perseguidores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.