SÃO PAULO - A Apple se desculpou ontem por falhas e lentidão em sistemas no processo de pré-venda do novo iPhone 4, iniciado na terça-feira. De acordo com a fabricante, a demanda excedeu todas as expectativas, atingindo 600 mil reservas do smartphone.

"Este foi o maior número de pré-vendas que a Apple já recebeu em um único dia e foi muito maior que o antecipado, resultando no mal funcionamento dos sistemas de aprovação e pedidos", disse a empresa em um comunicado na quarta-feira. Os sistemas de operadoras como a americana AT & T, que venderá o iPhone 4 com exclusividade nos Estados Unidos, não estavam preparados para a corrida pelo novo aparelho. Clientes relatam que enfrentaram lentidão e mensagens de erro que impediam a finalização do processo de compra online e nos sistemas das lojas da Apple e de operadoras. Além disso, alguns usuários alertaram que eram direcionados a contas de estranhos no site da AT & T, o que pode sinalizar uma falha no sistema de autenticação da operadora. Na terça-feira, a companhia explicou que estava investigando o problema e que dados críticos de clientes não foram revelados. De acordo com a empresa muitos clientes foram rejeitados ou abandonaram o processo de compra online frustrados. "Pedimos desculpas a todos que encontraram dificuldades e esperamos que tentem novamente ou visitem uma loja da Apple ou de uma operadora assim que o iPhone 4 estiver em estoque", declarou a companhia. O novo smartphone da Apple começa a ser vendido em 24 de junho nos Estados Unidos e em mais quatro países (Alemanha, França, Japão e Reino Unido). No entanto, a Apple já modificou a data de entrega dos iPhones reservados em seu site para o dia 2 de julho. A AT & T suspendeu a pré-venda do iPhone. Em um comunicado, a empresa disse que as reservas do iPhone 4 na terça-feira foram dez vezes maiores do que os pedidos registrados no primeiro dia de oferta do iPhone 3GS, no ano passado. "Devido a esta demanda sem precedentes e a nossas atuais expectativas sobre os níveis de estoque para o lançamento do iPhone 4, em 24 de junho, estamos suspendendo a pré-venda hoje para suprir os pedidos que já recebemos", explicou a operadora na quarta-feira. A AT & T informou ter recebido 13 milhões de visitas de clientes que buscavam verificar se estavam aptos a reservar o iPhone 4, na terça-feira. De acordo com a operadora, o volume superou em três vezes o recorde anterior de acessos a seu site. (Daniela Braun | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.