Tamanho do texto

Veja como funciona o desembaraço aduaneiro de encomendas enviadas por avião ao país

No ano passado, os quatro aeroportos brasileiros controlados pela Infraero que receberam mais cargas importadas, pelo critério de peso, foram respectivamente Campinas (SP), Guarulhos (SP), Manaus (AM) e Galeão (RJ). De um total de 493,7 mil toneladas, desembarcaram 416,9 mil toneladas. Segundo informações fornecidas pela Infraero, a liderança foi de Viracopos, com 183,2 mil toneladas, seguido de Guarulhos, com 141,2 mil toneladas; Manaus, com 50,1 mil toneladas e Galeão, com o restante.

Leia também: Transporte internacional de carga cai 4,8% em outubro, diz Iata

Os números do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) são um pouco diferentes (364,1 mil toneladas, em todos os aeroportos). Mas permitem comparar o volume com o total importado pelo país no mesmo período: apenas 0,33%, de 148,7 milhões de toneladas.

Em valor, porém, a representatividade do modal aéreo é bem maior, por causa do perfil das cargas. São, de modo geral, produtos caros, de alto valor agregado, como equipamentos eletrônicos, medicamentos, peças para automóveis, amostras de produtos, alimentos, periódicos e documentos de todo tipo. Dos US$ 266,2 bilhões importados pelo país em 2011, US$ 39,5 entraram por via aérea (14,8%).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.