Fundo de investimento faz aporte, de valor não revelado, para acelerar crescimento da fabricante de meias e lingeries

O grupo Carlyle, administradora americana de fundos de investimentos, anunciou nesta segunda-feira que realizou um aporte estratégico na companhia brasileira Scalina, dona das marcas Trifil e Scala e maior fabricante no País de lingerie e meias. O valor do negócio não foi revelado, mas, segundo comunicado divulgado à imprensa, o grupo neste nicho de mercado excelentes oportunidades de crescimento.

Os recursos virão do South America Buyout Fund do Carlyle e do FIP Brasil de Internacionalização de Empresas (FBIE), fundo local gerido pelo Carlyle e tem como assessor financeiro o Banco do Brasil. No País, o grupo comprou neste ano o controle da CVC, maior operadora de turismo da América Latina, e da Qualicorp, empresa do setor de saúde. A empresa também controla a Scopel, loteadora imobiliária, desde 2007.

A Scalina fatura anualmente cerca de R$ 400 milhões e possui aproximadamente 10% de participação de mercado de meias e lingerie no Brasil. Nos últimos anos, esse mercado vem crescendo a taxas superiores ao dobro do crescimento do PIB. Em 2009, o setor cresceu 3,6%. O Carlyle tem sob gestão US$ 90,5 bilhões em fundos de investimento e vem apliando sua participação no mercado brasileiro.

Ainda de acordo com o comunicado, Ronaldo e Bruno Heilberg, fundadores da Scalina, afirmam que experiência da Carlyle em empresas de consumo vai acelerar o crescimento da companhia e ajudará na consolidação desse mercado. Os fundadores se tornarão membros do Conselho de Administração juntamente com executivos sênior do Carlyle.

O aumento do consumo, impulsionado pelo crescimento da classe média e a maior participação da mulher no mercado consumidor são algumas das razões que alavancaram o setor de lingerie e meias no País.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.