Companhia adicionou 2,7 bilhões de barris de petróleo às suas estimativas nos campos de Tupi, Iracema e Guará na bacia de Santos

selo

O grupo britânico de petróleo e gás BG Group elevou suas estimativas para as reservas de petróleo e gás no Brasil em cerca de um terço e reportou aumento de 6,7% em seu lucro líquido do terceiro trimestre, citando forte desempenho nas operações com gás natural liquefeito.

A companhia, que tem sede no Reino Unido, informou ter adicionado 2,7 bilhões de barris de petróleo equivalente às suas estimativas brutas para os campos de petróleo Tupi, Iracema e Guará na bacia offshore de Santos, no litoral brasileiro, elevando a estimativa de recursos brutos recuperáveis de tais campos para 10,8 bilhões de barris de petróleo equivalente.

O BG Group informou que o lucro líquido nos três meses que se encerraram em 30 de setembro totalizou US$ 849 milhões, superando o lucro de US$ 796 milhões obtidos no mesmo período do ano passado. As receitas totais cresceram 21,9% para US$ 4,41 bilhões no mesmo período.

O lucro líquido ajustado avançou 27% para US$ 978 milhões, superando a expectativa de US$ 874 milhões, segundo pesquisa conduzida pela Dow Jones Newswire.

"Junto ao conjunto de bons resultados trimestrais, obtivemos significativo progresso em nosso plano de crescimento para a década seguinte", disse o diretor executivo do BG Group, Frank Chapman.

A divisão de gás natural liquefeito da BG, segunda maior participação no lucro operacional subjacente da empresa após as operações de produção e exploração, suplantou todas as demais divisões.

Grupo britânico BG elevou estimativas para as reservas de petróleo e gás no Brasil
Dilvulgação
Grupo britânico BG elevou estimativas para as reservas de petróleo e gás no Brasil

O lucro operacional subjacente da divisão de gás natural liquefeito cresceu 43% no terceiro trimestre, para US$ 725 milhões, em relação ao mesmo período de 2009. Segundo Chapman, o melhor desempenho da divisão foi resultado da capacidade da empresa de diversificar suas entregas para a Ásia e América do Sul, aproveitando demanda relacionada ao clima e queda nos embarques do Catar, onde manutenções prejudicaram as entregas.

A divisão de exploração e produção registrou alta de 7% no lucro operacional subjacente para US$ 761 milhões, refletindo aumento dos preços internacionais de gás natural, petróleo e derivados. O crescimento do lucro foi limitado pela produção praticamente estável no terceiro trimestre, na comparação anual.

A produção total de petróleo e gás da companhia foi de 56,5 milhões de barris no terceiro trimestre, queda de 0,4% em relação ao mesmo período do ano passado, uma vez que a elevação da produção nos Estados Unidos e no campo de Hasdrubal, na Tunísia, foi zerada pelo fechamento programado para manutenção bianual do campo de Karachaganak, no Casaquistão, e pelo fechamento não planejado do campo Panna/Mukta, na Índia.

A empresa manteve suas projeções de crescimento anual total de 6% a 8% até 2020. O BG Group elevou sua meta de investimento para 2011 e 2012, de US$ 16,5 bilhões para US$ 18,5 bilhões, e disse ter recebido aprovação do governo britânico para a primeira fase do projeto offshore Jasmine, no Mar do Norte. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.