Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Aparelho regula uso de energia e melhora sistema de aquecimento

Professor da Unesp cria tecnologia voltada ao consumo de energia em dias nublados que possibilita economia de até 25%

Bruna Bessi, iG São Paulo |

A baixa eficiência de seu aquecedor solar de água nos dias nublados e a necessidade de utilizar outra fonte de energia incomodou o engenheiro elétrico João Luiz Florio. Para resolver o problema, ele desenvolveu um aparelho que permite controlar a temperatura e o tempo em que a resistência elétrica é usada para aquecer a água. Dessa maneira, é possível economizar nos dias frios entre 20% e 25% de energia elétrica quando comparado ao modelo tradicional de aquecimento solar.

Divulgação
Equipamento controla uso de energia
O aparelho eletrônico, criado pelo engenheiro e professor da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), pode ser acoplado a qualquer modelo residencial de aquecedor solar, com instalação nova ou já em uso. Ele funciona por meio de um sistema automático, composto por sensores (instalados no reservatório de água), controles de operação e módulo de potência que liga o resistor elétrico. “A tecnologia desenvolvida é muito útil para otimizar o uso da energia elétrica quando necessária”, afirma Florio.

É possível ajustar o aparelho de três maneiras diferentes. Na função que utiliza o termostato é possível monitorar a temperatura do reservatório de água (ou boiler). Outra maneira é por meio de um temporizador que estabelece o tempo que a resistência do aquecedor elétrico ficará ligada. A última opção é o modo programado, no qual o usuário pode determinar a hora de funcionamento da resistência elétrica e a temperatura desejada.

Outra vantagem do sistema é o recurso “anti-freezing”, que evita o congelamento da água dentro dos coletores. Quando o aparelho detecta que a temperatura está se aproximando de 0º, a situação é revertida automaticamente. Além disso, nos dias em que há muita demanda por água quente, é possível ativar o modo de “circulação forçada”. Nele, é aumentada em até 30% a disponibilidade de água aquecida, já que o processo de aquecimento ocorre mais rapidamente.

A utilização do aparelho proporciona uma economia entre 20% e 25% de energia elétrica quando ele é comparado ao modo tradicional de energia solar. Florio estima que o preço do aparelho será baixo e inicialmente o produzirá em sua própria empresa, a sorocabana Kenntech, que desenvolve produtos eletrônicos.

Existem hoje no mercado aparelhos que controlam a temperatura dos aquecedores solares, mas eles não têm controle multifuncional. “Queremos fornecer o aparelho para os fabricantes”, afirma o engenheiro. “Como é um pouco difícil para o usuário instalar sozinho, devido à necessidade de conhecimentos técnicos, o ideal seria vender junto com os aquecedores”.

Divulgação
Uso de energia solar enfrenta dificuldades
Segmento cresce

O mercado brasileiro de aquecedores solares cresceu 18,9% no ano passado, segundo a Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (Abrava). Tal crescimento foi impulsionado pelo aumento da consciência ambiental dos consumidores e por ações governistas com a implantação de aquecedores solares em projetos como o Minha Casa, Minha Vida, entre outros.

Apesar da expansão no comércio, ainda existem empecilhos para a popularização do modelo energético. Um deles é o custo elevado - de, em média, R$ 1,7 mil - para adquirir os painéis solares e instalar o sistema. “Apesar de o investimento inicial ser alto, a recuperação ocorre muito rapidamente. Nas residências, em aproximadamente 24 meses ocorre a amortização”, diz Marcelo Mesquita, gestor do departamento de energia solar da Abrava.

Outra dificuldade é a instalação dos aparelhos, que precisa ser feita por técnicos especializados. Atualmente existem 200 empresas no Brasil - entre fabricantes, revendedores e instaladores - voltadas ao setor de energia solar.

Leia tudo sobre: Kenntechenergia solarinovação

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG