Tamanho do texto

SÃO PAULO - A América Latina respondeu por 17,5% do lucro operacional do Carrefour no ano fiscal de 2009, segundo informações contidas no relatório da varejista francesa. A contribuição da atividade (lucro operacional depois de apuradas as despesas com depreciação e provisões, mas antes de descontados os resultados financeiros) foi de 486 milhões de euros na América Latina, cifra 23% maior que a obtida em 2008.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561192329&_c_=MiGComponente_C

O resultado superou o aumento de 11,9% nas vendas do Carrefour na região no ano passado, o que indica uma melhora na eficiência operacional da companhia.

"O excelente crescimento de 23% (no lucro operacional) na América Latina reflete o firme controle das despesas com vendas, gerais e administrativas e da margem comercial", afirma a companhia em seu relatório.

O lucro operacional total da multinacional foi de 2,777 bilhões de euros em 2009, 16% inferior ao obtido no exercício anterior. Na França, a "contribuição da atividade" caiu 26,9%, totalizando 1,1 bilhão de euros.

Nos demais países da Europa, o lucro operacional foi 17,6% menor, atingindo 962 bilhões de euros. Mesmo na Ásia, o lucro operacional da varejista francesa também encolheu, com uma queda de 5%, totalizando 229 milhões de euros em 2009.

Brasil

Na América Latina, o Brasil é o principal mercado do Carrefour, que também está presente na Argentina e Colômbia. As vendas da multinacional totalizaram 11,758 bilhões de euros em 2009 na região, o que representou um crescimento de 11,9%. As vendas totais do Carrefour caíram 1,2% no ano passado, atingindo 85,963 bilhões de euros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.