Tamanho do texto

São Paulo, 19 - O processamento de cana pelas unidades produtoras da Região Centro-Sul do País atingiu 215,38 milhões de toneladas no acumulado da safra desde o início de abril até o final de junho, um aumento de 20,97% em relação a igual período da safra anterior, de acordo com dados divulgados pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica)

São Paulo, 19 - O processamento de cana pelas unidades produtoras da Região Centro-Sul do País atingiu 215,38 milhões de toneladas no acumulado da safra desde o início de abril até o final de junho, um aumento de 20,97% em relação a igual período da safra anterior, de acordo com dados divulgados pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica). Na segunda quinzena de junho, a moagem foi de 41,62 milhões de toneladas, um crescimento de 4,90% em relação à quinzena anterior, quando foram processadas 39,68 milhões de toneladas. O diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, afirma que a evolução da moagem e da produção no Centro-Sul, até o momento, ocorre dentro do esperado, dado o clima mais seco observado nos últimos meses. Rodrigues alerta que as condições climáticas que estão favorecendo o ritmo acelerado da moagem também podem antecipar o final da safra e afetar a produtividade agrícola do canavial no próximo ano. Do total de cana processada do início da safra até o dia 30 de junho, 43,94% foi destinado à produção de açúcar e 56,06% ao etanol. Em relação a igual período da safra anterior, o volume de cana destinado ao açúcar subiu. Na safra anterior, em igual período, o mix foi de 41,55% para o açúcar e 58,45% para o etanol. Na segunda quinzena de junho, a proporção da cana destinada à produção de açúcar alcançou 46,10%. No acumulado desde o início da safra, a produção de açúcar chegou a 11,57 milhões de toneladas, alta de 32,2% em relação à igual período da safra anterior, e a de etanol alcançou 9,06 bilhões de litros (+19,7%), sendo 2,26 bilhão de etanol anidro e 6,80 bilhões de hidratado. Na segunda quinzena de junho, a produção de açúcar totalizou 2,61 milhões de toneladas. Já a de etanol foi de 1,87 bilhão de litros, sendo 494,00 milhões de etanol anidro e 1,38 bilhão de hidratado. A quantidade de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) por tonelada de cana na segunda quinzena de junho ficou em 142,81 kg de ATR, cifra 7,26% superior à observada no mesmo período de 2009 (133,15 kg de ATR). No acumulado desde o início da safra 2010/2011, a concentração de ATR ficou em 128,33 kg por tonelada de cana, 3,35% superior aos 124,17 kg obtidos na safra anterior no mesmo período.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.