Projetos fazem parte do PAC e ficam nos estados de Sergipe, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Espírito Santo

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, disse nesta quarta-feira que a estatal vai desenvolver sozinha os quatro projetos de novas fábricas de fertilizantes incluídos na segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

Dos quatro projetos, uma unidade é de sulfato de amônia, no Estado de Sergipe; outra, de ureia, fica em Três Lagoas (MS); uma terceira, de amônia, em Uberaba (MG). O quarto projeto, um complexo químico de ureia e amônia, fica no Espírito Santo.

Gabrielli não soube precisar o total de investimentos, mas disse que os projetos vão aumentar fortemente a produção nacional de hidrogenados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.