Londres, 8 - As exportações mundiais de café nos 10 primeiros meses do ano-safra 2009/10 caíram 5,2% na comparação anual, para 78,5 milhões de sacas de 60 quilos cada, ante 82,7 milhões de sacas no mesmo intervalo de 2008/09, informou hoje a Organização Internacional de Café (OIC, na sigla em inglês)

selo

Londres, 8 - As exportações mundiais de café nos 10 primeiros meses do ano-safra 2009/10 caíram 5,2% na comparação anual, para 78,5 milhões de sacas de 60 quilos cada, ante 82,7 milhões de sacas no mesmo intervalo de 2008/09, informou hoje a Organização Internacional de Café (OIC, na sigla em inglês). Os embarques de grão arábica suave da Colômbia registraram forte queda, recuando 22% frente igual período de 2008/09, acrescentou a OIC. Já as exportações de café robusta diminuíram 6,3% entre outubro de 2009 e julho de 2010 devido à redução das vendas do Vietnã, principal produtor desta variedade. A produção global deve somar entre 133 milhões e 135 milhões de sacas em 2010/11, acima das 120 milhões de sacas apuradas na temporada anterior, de acordo com um relatório divulgado em agosto pela organização. A OIC prevê que a situação do mercado continue apertada em 2010/11 por causa dos problemas climáticos em diversos países exportadores. "Apesar de prever um aumento na produção mundial do ano-safra 2010/11, o mercado continua altamente nervoso e apertado, dado o nível insignificante dos estoques globais e o precário equilíbrio entre a oferta e a demanda", informou a entidade. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.