O JBS Friboi anunciou ontem o encerramento das atividades da unidade de Cáceres (MT), onde eram abatidas 500 cabeças de gado por dia

selo

O JBS Friboi anunciou ontem o encerramento das atividades da unidade de Cáceres (MT), onde eram abatidas 500 cabeças de gado por dia. Em nota, o grupo disse que resolveu fechar a unidade "tendo em vista seu constante foco na busca por eficiência produtiva e operacional". Segundo a empresa, os volumes do abate e vendas serão redistribuídos entre as unidades de São José de Quatro Marcos (com capacidade de abate 1,1 mil cabeças por dia) e Araputanga (com capacidade de abate 1 mil cabeças por dia), que ficam a 150 km de distância da unidade de Cáceres. "Dessa forma, a companhia espera manter o faturamento nos patamares atuais ao mesmo tempo em que espera manter a normalidade no atendimento aos pecuaristas e aos clientes usuais da unidade de Cáceres." Ontem pela manhã, a empresa já havia demitido cerca de 400 funcionários dos setores de matança e desossa da unidade. A medida surpreendeu os empregados, que deveriam retornar ontem ao trabalho, após férias coletivas de 30 dias. Segundo a presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de Cáceres, Gláucia Maria Andrade Gonzaga, a unidade de Cáceres tinha 760 funcionários, dos quais foram mantidos o pessoal de manutenção, limpeza, refeitório e administrativo. A empresa não confirmou os números. Disse apenas, na nota, que "irá trabalhar no sentido de realocar, da melhor maneira possível, os colaboradores da unidade de Cáceres para outras fábricas da companhia que estejam com deficiência de mão de obra".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.