Frigorífico planeja se desfazer de três unidades no país, onde a produção está suspensa

selo

O diretor de Relações com os Investidores e integrante do comitê executivo da JBS, Jerry O'Callaghan, confirmou hoje que o grupo frigorífico pretende vender as três unidades na Argentina, cuja produção está suspensa. "A questão é que na Argentina a rentabilidade do negócio está reduzida por uma restrição do abate e das exportações", disse ele, em entrevista coletiva à imprensa, após apresentação no Congresso Mundial de Carne, que se realiza em Buenos Aires.

"Uma empresa como a nossa, que busca rentabilidade, sempre tem problemas quando há desequilíbrios e procuramos fazer ajustes", disse O'Callaghan, explicando que a situação foi provocada pela retração do rebanho bovino argentino e as barreiras oficiais para exportação. Segundo ele, quando há mudanças substanciais nos fundamentos dos negócios, é preciso fazer ajustes, como é o caso da menor oferta de boi. "Buscamos uma forma mais eficiente para reduzir os custos", justificou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.