Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

IBGE prevê segunda maior safra da história

A expectativa é 1,2% maior do que a do mês anterior e, se confirmada, garantirá uma produção 8,5% maior do que do ano passado

Agência Estado |

As boas condições climáticas e o aumento dos investimentos em insumos agrícolas estão garantindo sucessivas elevações nas projeções para a safra 2010. Ontem, o IBGE divulgou estimativa de colheita de 145,1 milhões de toneladas este ano, segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de fevereiro.

A expectativa é 1,2% maior do que a apresentada no mês anterior e, se confirmada, garantirá uma produção agrícola 8,5% maior do que a registrada no ano passado, de 133,8 milhões de toneladas.

A área a ser colhida na safra atual, de 47,9 milhões de hectares, registra um aumento de 1,5% ante a safra anterior (47,2 milhões de hectares). O gerente de agricultura do instituto, Mauro Andreazzi, avalia que este ano está bem mais favorável para o setor agrícola do que 2009. "Ano passado tivemos crise econômica, incertezas e queda de preços, o que tornou o cenário desfavorável para os produtores agrícolas, mas este ano, com melhoria do clima e mais confiança, com mais investimentos, teremos uma safra bem melhor", observou.

O uso de mais insumos e maquinário garante um aumento da produtividade, com expansão da safra. O milho, por exemplo, que terá redução de área plantada de 4,1% nesta safra ante a anterior, terá um aumento na colheita estimado em 2,6%. "Apesar da redução de área que ocorreu por causa dos preços desfavoráveis para o produto, o aumento do rendimento vai garantir a alta da safra do milho", disse.

Se confirmada a projeção do IBGE, a produção total só perderá em volume, na história do País, para a safra de 2008, que atingiu 146 milhões de toneladas. Andreazzi admite que novas revisões para cima nas projeções para a safra deste ano poderão ocorrer nos próximos meses, mas adiantou que, para que a colheita deste ano possa superar o recorde anterior, terão de ocorrer expansões significativas em culturas como trigo e milho na segunda safra. "Um aumento na safra desses produtos vai depender de preços e condições climáticos, é preciso esperar", observou.

Estrela da produção agrícola nacional, a soja vai ampliar ainda mais a participação no total a ser colhido no País este ano, para 46%, contra 42% na safra anterior.

Leia tudo sobre: agronegóciosIBGEsafra

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG