Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Frigorífico Independência dá calote e Fitch rebaixa rating

Empresa deixará de pagar juros de sua dívida com vencimento em 2015

iG São Paulo |

O frigorífico Independência, que está em recuperação judicial, não vai pagar os juros de sua dívida com vencimento em 2015, o que o coloca na posição de inadimplente para o mercado financeiro. A agência de classificação de risco Fitch atribuiu nota “D”, de “default” (calote), à decisão da empresa. Essa dívida havia sido emitida em março.

Getty Images
Mercado de carne: calote do Independência em meio à recuperação judicial
“O Independência anunciou que, à luz das suas dificuldades financeiras em curso, não estará realizando um pagamento agendado de juros sobre suas Notas com garantia sênior e vencimento em 2015”, informou a empresa em nota em seu site. “A empresa está em negociações com um grupo de seus credores financeiros para reestruturar sua dívida em aberto e melhorar seu balanço.”

A Fitch já havia rebaixado a nota da empresa na semana passada. De acordo com a agência, a empresa processadora de carnes teve seu rating “C/RR4” das notas seniores, no valor de US$ 165 milhões, matnido. A classificação das notas seniores com garantia reflete a inadimplência com chances de 30% a 50% de recuperação.

O Independência atravessa uma situação crítica desde o fim de 2008. Em junho, a empresa tinha R$ 5,4 milhões em caixa para uma dívida de R$ 1,9 bilhão, com uma geração de caixa negativa desde 2009. O valor da dívida já caiu 50% em um ano em razão dos credores terem aceitado uma diminuição do que têm a receber.

No inicio de setembro, foi aprovada em assembleia a suspensão por dois meses dos pagamentos dos credores pecuaristas e demais fornecedores. Em novembro, está marcada o pagamento de uma nova assembleia dos credores.

No fim de 2008, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) adquiriu por R$ 250 milhões uma participação acionária no frigorífico, que entrou em recuperação judicial nos primeiros meses do ano seguinte.

Leia tudo sobre: frigoríficoindependênciacalotedívidaBNDES

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG