Brasília, 16 - A possibilidade de abertura de um painel brasileiro na Organização Mundial do Comércio (OMC) contra a União Europeia está na pré-pauta da Câmara de Comércio Exterior (Camex) de amanhã

selo

Brasília, 16 - A possibilidade de abertura de um painel brasileiro na Organização Mundial do Comércio (OMC) contra a União Europeia está na pré-pauta da Câmara de Comércio Exterior (Camex) de amanhã. Os produtores e exportadores de frango solicitaram ao Itamaraty na última quinta-feira a análise do caso para que o governo faça a queixa formal no organismo internacional mais importante do comércio. A União Brasileira de Avicultura (Ubabef) reclama da nova lei do bloco econômico que proíbe o reprocessamento e novo congelamento de carnes de ave importadas já congeladas. Isso prejudicaria as exportações brasileiras do produto, porque o País só vende frango congelado à UE. Na quinta-feira da semana passada, o chefe do departamento econômico do Itamaraty, ministro Carlos Cozendey, disse à Agência Estado que a equipe se empenharia para avaliar os documentos da Ubabef até amanhã para serem encaminhados à votação pelos membros da Câmara. São sete os ministros que participam da Camex. Segundo ele, a primeira ação do Itamaraty, caso seja aprovada a abertura de um painel, é a de fazer uma consulta formal à OMC sobre o assunto, seguida do início do processo. A pauta da Camex, no entanto, pode ser modificada até momentos antes do início da reunião, previsto para as 15 horas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.