Tamanho do texto

Nova classificação considera que a descontinuidade ou interrupção dos pagamentos são iminentes

A agência de risco de crédito Fitch rebaixou a classificação para as dívidas do frigorífico Independência, bem como de sua subsidiária Independência International Ltd, por considerar que a empresa pode ser incapaz de cumprir com os pagamentos previstos.

O frigorífico entrou com pedido de recuperação judicial em fevereiro de 2009 devido à sua situação financeira deficitária. No dia 13 de setembro, o frigorífico fechou um acordo com fornecedores de gado e conseguiu adiar por dois meses a quitação dos contratos de abastecimento, no valor de R$ 9,7 milhões.


“A Fitch acredita que a probabilidade de novos adiamentos no cronograma de pagamentos futuros da Independência é bastante elevada, devido às preocupações com a liquidez, conforme evidenciado por suas restrições de caixa e por seu limitado acesso a alternativas de captação”, informa a agência.


O Independência tem dívidas que vencem até 31 de outubro de 2010 no valor total de R$ 31 milhões. Este montante inclui o pagamento de parcelas de uma dívida contraída em moeda estrangeira no valor de US$165 milhões.

A classificação das dívidas da empresa em moeda local e estrangeira foi rebaixada de 'CCC' para 'C'.  A nota 'C', segundo informações contidas no site da Fitch, "implica que a descontinuidade ou interrupção dos pagamentos são iminentes".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.